banner

Sindasp-RN lamenta exclusão dos direitos dos trabalhadores em audiência na Câmara de Natal

O Sindasp-RN lamenta profundamente a postura do vereador Sandro Pimentel (Psol) em convocar uma Audiência Pública que tem como temática assunto referente ao Sistema Penitenciário do Estado e, simplesmente, excluir os agentes penitenciários e os direitos dos trabalhadores do Sistema desse debate.

“O vereador convocou uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Natal sob alegação de que presos e seus familiares estão sendo submetidos a condições inóspitas nas unidades prisionais. No entanto, Sandro Pimentel ignorou as condições em que vivem os agentes penitenciários e seus familiares. O Sindasp-RN, representante legal da categoria, nem mesmo foi convidado a ser ouvido nessa Audiência”, destaca Vilma Batista, presidente do Sindicato.

Ela lembra que os agentes penitenciários do Rio Grande do Norte têm as piores condições de trabalho dentro os servidores públicos, por desenvolverem uma das atividades mais arriscadas e estressantes do mundo, sem o Estado oferecer o básico para manutenção das unidades.

“O Estado tem massacrado os servidores penitenciários ao longo dos anos, sem fornecer material de trabalho, sem investir na segurança das unidades, sem valorizar a categoria. Os agentes penitenciários e, principalmente seus familiares, são submetidos a torturas diárias, por saírem de casa sem a certeza se vão voltar. Esses servidores trabalham em condições desumanas e insalubres, expostos a vários tipos de riscos, inclusive à saúde física e mental”, completa.

Vilma Batista lembra que a maioria dos agentes precisa comprar material de trabalho com o próprio dinheiro para ainda manter as unidades funcionando e para preservar a própria vida. Ela cita como exemplo o caso dos coletes à prova de bala, que o Estado costumeiramente espera vencer ou espera algo grave acontecer para poder repor o estoque.

“Porém, diante de tudo isso, o vereador Sandro Pimentel parece ignorar a realidade dos agentes penitenciários e prefere levantar a bandeira dos pleitos dos criminosos, realizando uma Audiência Pública para debater melhorias para os presos e suas famílias, deixando de lado os profissionais que dão a vida para manter a ordem nas unidades prisionais e proteger a sociedade”, finaliza a presidente do Sindasp-RN.

Tecnologia do Blogger.