banner

Sindasp-RN atua para garantir direitos dos Agentes Penitenciários

O Sindasp-RN informa aos seus filiados e a todos os Agentes Penitenciários que, ao longo desta semana, esteve atuando na Assembleia Legislativa na defesa dos direitos da categoria.

A diretoria do Sindicato fez gestão junto aos deputados e tem acompanhado a tramitação dos projetos enviados pelo Governo do Estado. De acordo com Vilma Batista, o Sindasp-RN busca garantir os direitos já conquistados e evitar ainda mais prejuízos aos agentes penitenciários.

"Estamos trabalhando, junto com representantes de outras categorias, para derrubar alguns projetos. Porém, caso não consigamos, estamos encartando algumas emendas para amenizar os efeitos danosos desses projetos contra o trabalhador", afirma.

Vilma Batista cita como exemplo uma ação judicial que o Sindasp-RN impetrou para garantir um direito conquistado e com respaldo legal - escala de serviço - que vem sendo violado para os novos agentes.

A presidente do Sindasp-RN ainda comenta: "Sei que muitos estão em dúvidas sobre a implantação dos níveis, mas não se preocupem, estamos trabalhando para implantação na folha de fevereiro. Como a implantação é de forma individual, não daria tempo efetivar na folha de janeiro. Quando estiver tudo bem adiantado, postaremos os detalhes e publicações".

Sobre o 13º salário, que está atrasado, Vilma Batista explica que o Governo do Estado enviou uma mensagem para Assembleia Legislativa concedendo um abono, dividido em seis vezes. Esse Projeto de Lei será discutido com os deputados. "Buscarei mais detalhes e repassarei para a categoria nesta próxima semana".

Convocação 
O Sindasp-RN convoca os Agentes Penitenciários para uma mobilização que será realizada na terça-feira, dia 30 de janeiro, juntos aos demais servidores públicos. O ato será a partir das 8h, na Praça dos Três Poderes. " Não precisa ir com a identificação do Sistema Penitenciário, já que será um ato geral para juntos dizermos não a retirada de direitos", completa Vilma Batista.
Tecnologia do Blogger.