banner

Destaques

Agentes Penitenciários do RN voltam a ficar sem alimentação


Os Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte voltaram a ficar sem alimentação nas unidades prisionais, nesta semana. A situação vem sendo denunciada pelo Sindasp-RN, no entanto, ao invés de ser solucionada, tem se agravado com o passar dos dias. Nesta quinta-feira (22), a diretoria do Sindicato dos Agentes Penitenciários constatou que praticamente todas as unidades estão sem alimentação para os servidores e, em algumas delas, os presos também estão sem receber comida.

Na maioria dos presídios e CDPs a alimentação é fornecida por uma empresa terceirizada. No entanto, a empresa alega que está sem receber o pagamento por parte do Governo do Estado e, por isso, tem suspendido o fornecimento.

 "O contrato que o Governo fez não incluiu os Agentes Penitenciários. A alimentação era fornecida pela empresa aos servidores como espécie de favor. Agora que estão sem receber o pagamento, eles têm cortado essa comida. Não é a primeira vez que a categoria tem sido submetida a essa situação humilhante e usada como moeda de troca entre a empresa e o Estado", explica Vilma Batista, presidente do Sindasp-RN.

 De acordo com ela, o Sindicato tem lutado, desde o ano passado, pela implantação do auxílio-alimentação para os Agentes Penitenciários.

 "O Estado não tem tido a preocupação e nem dado atenção adequada ao servidor penitenciário. É mais do que clara a necessidade de o Estado fornecer esse auxílio. Não é a primeira vez que nossa categoria tem alimentação cortada", destaca.

 Ela comenta também: "Além do trabalho altamente estressante, do risco de vida constante, das perseguições e ameaças, os Agentes Penitenciários nem mesmo têm direito ao básico, que é alimentação durante seu expediente. Isso não pode acontecer. Para mudarmos a realidade do Sistema Prisional, precisamos valorizar aqueles que estão na linha de frente, aqueles que se esforçam para manter a ordem e para proteger a sociedade".
Tecnologia do Blogger.