Contraste:

banner

Sindasp-RN tem reunião com secretário de Justiça


O Sindasp-RN se reuniu com o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Pedro Florêncio Filho, para discutir a pauta de reivindicações que foi apresentada pelo Sindicato no começo do atual Governo do Estado.

O titular da Sejuc reconheceu que praticamente todos os pontos da pauta apresentada pela categoria devem ser tratados com prioridade.

Ele informou que para todos os pontos viáveis e que forem consenso serão feitas portarias para publicação até o dia 1º de abril. Além disso, o secretário disse que as demais portarias já existentes serão revisadas e corrigidas, caso necessário.

Pedro Florêncio afirmou que sua gestão é realizada de maneira séria e ressaltou que está contando com a categoria para dar continuidade ao serviço eficiente que vem sendo realizado no Sistema Penitenciário pelos Agentes Penitenciários na manutenção da ordem.

O secretário também reconheceu que é preciso cuidar da saúde física e mental dos servidores, e que todos os itens da pauta não irão mudar em nada a rotina do Sistema. Ao contrário disso, vão possibilitar melhores condições para que os servidores possam exercer suas atividades.

"Sobre o processo dos níveis, estava prevista para ontem uma reunião do Conselho de Desenvolvimento de Política Remuneratória, mas não houve. Agora, estamos cobrando celeridade do Gabinete Civil e da Secretaria de Administração, pois precisamos da ata do Conselho para que se aprovada ela siga para publicação e depois implantação. Caso não seja aprovada, vamos utilizar a ata para dar entrada em ação judicial", afirma Vilma Batista, presidente do Sindasp-RN.

Ela completa: "foi conversado hoje, em reunião entre a Secretaria de Administração, o Setor Pessoal da Sejuc e o Sindicato, o acerto de um entendimento de que as letras poderiam ser implantadas de forma automática, desde que se abra uma rubrica no sistema para as informações serem lançada pelo próprio Setor Pessoal da Sejuc. Ficamos de alinhar com o Gabinete Civil para colocar em prática esse procedimento automático".

A presidente do Sindasp-RN finaliza lembrando que a não abertura de negociação no início do Governo chegou a motivar a Operação Padrão dos Agentes Penitenciários, mas reconhece que, com a nomeação do novo secretário, ficou estabelecida uma mesa permanente negociação para discutir essa pauta emergencial e outras no futuro.




Tecnologia do Blogger.